Páginas

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Família - desabafo.

Família, da minha pequena, sou eu e meu marido, o resto? São parentes.
Desde que eu casei, meus pais dão vários pitacos na minha vida, e jogam muita coisa na cara. Sério, às vezes penso que meu marido não merece todo esse estresse, ele é tão bom pra mim e pra bebê, só os meus familiares não entendem isso.

Durante essa gravidez, eu passei tanto nervoso, tanto estresse, que eu sinceramente espero que minha baby não fique traumatizada e nem nasça estressada e nervosa....converso com ela todos os dias, falando que nem sempre as coisas são fáceis e aturar os avós, bisavó e companhia limitada da minha parte, é difícil, e muito.

Eu fui num churrasco na casa dos tios do meu marido, e fui muito bem tratada, aliás, a família inteira dele me trata bem, porque eles respeitam a decisão e veem que eles está feliz ao meu lado. Eu queria muito que a minha parte da família também visse isso.
Para eles, o meu marido não me trouxe felicidade, ele simplesmente levou problemas para dentro da casa da minha vó, porque pra ser sincera, a casa não é dos meus pais.
Para eles, eu fui seduzida, e não tive vontade própria. Para eles, eu ter perdido a virgindade sem ter sido com meu marido, é inadimiscível, e ter engravidado, eles não tiram da cabeça que foi um acidente, mesmo eu falando zilhões de vezes que eu e o Douglas quisemos engravidar e depois casar. Mas, quer saber, dane-se.

Minha mãe já deixou claro várias vezes, e a última foi quando estava indo para o trabalho e ela me deu uma carona, de que eu fui um acidente na vida dela, que na época ela não queria engravidar. Ela pensa que aconteceu o mesmo comigo, mas HELLO, eu QUIS, o Douglas QUIS, nós QUISÉMOS ter essa pequenina que está chegando. E eu queria que ela entendesse isso.

Arrumei confusão com meu médico, por causa do hospital que a minha baby vai nascer, mas fazer o que? Ou eu vou ser a culpada por iniciar a terceira guerra mundial, ou eu brigava com meu médico.
Apesar das coisas que ele me falou e de eu não ter mais a data certa do parto, o que eu fiquei p da vida, mas não por culpa dele, eu o apóio no que foi dito, afinal de contas, ele tem que ver o que é melhor pra ele e para mim.

Enfim, sei que teve confusão e agora a minha contagem regressiva está furada. Que raiva, que raiva!!

O que me consola é ter meu marido por perto e ter essa pequena que me faz seguir em frente.
Como esse blog é dedicado à Rita, e quando ela for mais velha ela vai lê-lo, tenho certeza de que entenderá meus pontos de vista, e vai saber de tudo o que aconteceu, sem que eu ou o pai dela esqueça qualquer detalhe.

Os dias que passaram, meu pai fez uma cirurgia para tirar uma pedra do rim, quando meu marido foi me buscar, na semana que ele estava em casa e que eu tive uma crise respiratória, ele quis entrar pra ve-lo, mas ele tinha ido dar aula, no outro dia que ele foi me buscar e estava com pressa, falei pro meu pai que o meu marido queria ve-lo, mas que estavámos com pressa para finalizar algumas pendências, se ele poderia abrir o portão da casa da minha vó pra mim, e ele soltou os cachorros.
Agora a questão que paira no ar é o seguinte: se coloque no lugar do meu marido, que ouviu um monte de merda e sabe que ninguém o quer dentro daquela casa, porquê ele teria que entrar e fazer graça? Isso eu não entendo....

A única coisa que eu entendo, é que ele tem uma paciência enorme comigo e com a minha família, até ele chegar no limite, aí, sai de perto, porque o bicho vai pegar.

5 comentários:

Edna Fernandes disse...

Nossa quanto coisa!!
Posso te dizer uma coisa, sua familia esta começando agora, ates vcs eram um casal e logo logo essa princesa vai chegar e vc vai ver o que é uma familia cheia de amor, e isso é o que importa!!

Queli disse...

Familia dá problema mas a gente não vive sem ela. Uma hora tudo se ageita.
Bjs

Sil Reis disse...

Menina, que que é isso tudo? Quanto estresse para uma gravidinha. Isso não é nada legal. Tente ficar o mais longe possível dessa confusão toda, é melhor para vcs três. E faça com sua pequena familia (vc, marido e baby) um lar abençoado e feliz. Bjks

Bruna disse...

Olha, você começou o post da maneira mais certa que existe, sua família é vc, o marido e a Rita... os outros não, eles são parentes... bem vindos se trouxerem paz, se não reze por eles à distancia.
e olha, não to querendo botar lenha na foqueira, só estou alertando, depois que ela nascer eles vão dar mais pitaco ainda, é sempre assim... paciencia, e lembre-se sempre: vc é a mãe, a especialista, a esposa....
Beijos
bru

Priscila Moura disse...

Line, essa é uma situação complicada. Tudo está muito recente, seus pais vão acabar aceitando de uma forma ou de outra, pode ser que agora seja difícil pra eles e pra você, mas as coisas vão tomando o seu rumo. Lógico que a sua nova família é você, o Douglas e a Rita, mas nunca se esqueça daqueles que por mais complicados que sejam só querem o teu bem, talvez não saibam demonstrar e te chateiam, mas são seus pais.

Postar um comentário

A mamãe, o papai e a Rita adoram comentários!! :)